top of page

JK e a década de 30.

Atualizado: 12 de mar. de 2023



“O Dr. Juscelino Kubitschek de Oliveira inicia o seu testemunho sôbre a construção de Brasília, que chamou “A Marcha do Amanhecer”, com a narrativa do seguinte episódio, que lhe teria ocorrido em 1930: - Os dois meninos e eu, médico, naquele rancho de adobe, perdido no centro do Brasil. Um diagnóstico : - Fome. E um só remédio integrar a nação toda no desfrute dos bens comuns da Pátria. Apertei no olhar os brilhos que piscavam na chama do candeeiro e murmurei sem querer, - Bem que é hora de amanhecer! Estou certo (diz ele) que os médicos se fazem políticos por motivos como esse, e todas as profissões tem que ser convocadas para a manipulação do remédio.”

fonte : Brasília Cibernética do Faraônica ? - G.I Joffily - 1970/71

página 30.


Juscelino Kubitschek de Oliveira, mais conhecido como JK, nasceu em 12 de setembro de 1902 em Diamantina, Minas Gerais. Ele estudou medicina na Universidade de Minas Gerais, formando-se em 1927. Em seguida, começou a trabalhar como médico na cidade de Itacambira, no norte de Minas Gerais.

No entanto, a carreira de JK como médico foi interrompida quando ele se juntou ao Exército Brasileiro em 1930, após o golpe que derrubou o presidente Washington Luís e colocou Getúlio Vargas no poder. JK se juntou à Revolução Constitucionalista de 1932, lutando contra o governo de Vargas. Durante a revolução, ele foi preso e enviado para o Rio de Janeiro, onde ficou detido por alguns meses.

Após a revolução, JK voltou a exercer a medicina em Itacambira, mas também se envolveu na política. Em 1933, ele se tornou prefeito da cidade e, em seguida, foi eleito deputado estadual de Minas Gerais em 1934. Em 1940, JK foi eleito prefeito de Belo Horizonte, a capital de Minas Gerais.

A carreira política de JK decolou e ele se tornou governador de Minas Gerais em 1950. Ele se destacou por suas políticas progressistas e modernizadoras, incluindo a construção de rodovias e a criação de um plano de desenvolvimento para o estado.

Em 1956, JK foi eleito presidente do Brasil, e seu mandato ficou marcado por grandes obras e avanços econômicos e sociais. Ele promoveu a construção de Brasília, a nova capital federal, e iniciou o programa de desenvolvimento conhecido como Plano de Metas, que buscava modernizar o país em diversas áreas, como energia, transporte, indústria, educação e saúde.

Embora a carreira médica de JK tenha sido breve, sua formação como médico pode ter influenciado sua abordagem modernizadora e progressista para a política. Além disso, sua experiência como militar e sua participação na Revolução Constitucionalista de 1932 também ajudaram a moldar sua visão política e sua liderança.

83 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page